Websimpósio do TCE que discutirá desafios da sustentabilidade pós-pandemia terá participação de expoentes do Brasil e do exterior

 

Confira os palestrantes AQUI

O websimpósio realizado no próximo dia 5 de junho, a partir das 9h, pelo Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) para discutir os desafios da sustentabilidade pós-pandemia do novo coronavírus e seus impactos ao meio ambiente reunirá expoentes do Brasil e do exterior.

Entre os participantes confirmados estão o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Herman Benjamin; a juíza e conselheira do TC de Portugal, Helena Abreu Lopes;  o professor do Instituto de Ciências e Tecnologia de Moçambique, Gildo Espada; o representante da Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ), Tassilo Von Droste; a secretária executiva do Fórum Global dos Governadores para Climas e Florestas – Estados Unidos, Colleen Scanlan Lyons.

Também  participarão das discussões o professor doutor da Universidade de São Paulo (USP), José Galizia Tundisi; o desembargador do TJ do Rio de Janeiro, Elton Leme, além do jornalista e biológo de Moçambique, Mia Couto, do professor da PUC de Rio Grande do Sul, Juarez Freitas, e do advogado ambientalista Fábio Feldmann.

Os reitores das Universidades do Estado do Amazonas (UEA), Cleinaldo Costa, e da Federal do Amazonas (Ufam), Sylvio Puga, também serão participarão do websimpósio.

A discussão está sendo organizada pelo coordenador de ações ambientais do TCE-AM, conselheiro Júlio Pinheiro, com apoio do presidente do Tribunal, conselheiro Mario de Mello, e será transmitida, ao vivo, pelo site institucional do Tribunal e pelas redes sociais da Corte de Contas. O websimpósio terá transmissão simultânea em espanhol , inglês e em libras.

“Reuniremos os expoentes no assunto para tentarmos definir diretrizes de um cenário pós-pandemia tanto para a Amazônia quanto para o mundo. Queremos contribuir para que a sociedade tenha um futuro mais promissor, sobretudo no que for relacionado ao meio ambiente após a luta contra esse inimigo invisível que é o novo coronavírus”, comentou o conselheiro Mario de Mello.

Cenário pós-pandemia

De acordo com o conselheiro Júlio Pinheiro, as discussões serão no âmbito das perspectivas do pacto global-2030 que trata dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

“As discussões girarão em torno dos reflexos globais na agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em um cenário pós-pandemia. Como o meio ambiente será afetado? Como os ODSs serão reformulados? Iremos discutir com pesquisadores e estudiosos para tentarmos ter elementos que subsidiarão o futuro”, disse o conselheiro Júlio Pinheiro.

Cada um terá 15 minutos para exposição e, após, será a aberto o debate com uma hora para perguntas e respostas.

Texto: Camila Carvalho / Edição: Elvis Chaves / Arte: Matheus Rodrigues