TCE conclui edição 2017 do Programa de Preparo para Aposentadoria

15

Após seis meses de atividades semanais com cursos, oficinas e atividades lúdicas, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) concluiu, na manhã desta segunda-feira (18), a edição 2017 do Programa de Preparação para Aposentadoria “Eterno Aprendiz” (PPA). Realizada no auditório da Corte de Contas, a cerimônia de encerramento teve palestra do especialista em Gestão de Pessoas, Nivaldo Pereira da Mota, com o tema “Aposenta-ação”, além de entrega de medalhas aos cursistas destaques e apresentações musicais.

Nesta edição, o programa teve como destaque a realização de diversas atividades profissionalizantes, entre elas oficinas de artes e de panificação, realizadas em parceria com a Polícia Civil e Senai. As produções resultantes dessas oficinas resultaram em premiação durante a cerimônia de encerramento. As atividades aconteceram durante seis meses, de junho a dezembro desse ano, sempre às terças-feiras, na Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). 

Em sua palestra, o especialista em Gestão de Pessoas, Nivaldo Pereira da Mota, abordou os desafios da aposentadoria. Segundo ele, essa oportunidade deve ser encarada como uma oportunidade de realizar atividades que antes não eram possíveis. “Quando estamos dedicados ao trabalho, deixamos, muitas vezes, de dar a devida atenção à família e a si mesmo. Esse é um ótimo momento para recuperar o tempo perdido e cuidar de você mesmo e dos seus familiares, além de realizar outras atividades”, comentou. 

Presente na cerimônia, a presidente do TCE, conselheira Yara Lins dos Santos, comentou sobre a importância do programa para os servidores pré-aposentados. “O PPA é importante para conscientizar os funcionários de que, apesar de estarem saindo de uma carreira, podem buscar novas atividades. Muitos não conseguem chegar à aposentadoria, portanto, esse feito pode ser enxergado como um prêmio”, disse a conselheira.  

Segundo a chefe do Departamento de Gestão de Pessoas do TCE e responsável pelo programa, Merisa Mendes, o programa ajuda aos servidores a se planejarem e se prepararem para o que está por vir. “O PPA vem apresentando novas perspectivas de vida àqueles que tanto contribuíram com o desenvolvimento das instituições ao longo de suas histórias e vem crescendo gradativamente”, pontuou.

Ao final da cerimônia, os cursistas receberam das mãos da conselheira Yara Lins dos Santos e do diretor da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), Euler Ribeiro, os certificados de conclusão do PPA Menor Aprendiz. Ainda durante as certificações, os cursistas José Mário da Cunha Ramos, da Aleam; Mery Lane Coelho Belém, da Suframa e Raimunda Eneida Barroso, da Polícia civil, receberam medalhas de reconhecimento por serem considerados cursistas destaques nesta edição do programa.

Além da conselheira Yara Lins dos Santos, e do diretor da UnATI, Euler Ribeiro, participaram da solenidade o representante da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), Vinicius Ribeiro de Souza; a diretora de previdência da ManausPrev, Daniela Benayon e o major Josélio da Silva Monteiro, representando as Forças Armadas e o Corpo de Bombeiros.

O Programa

Coordenado pelo Departamento de Gestão de Pessoas, o programa batizado de “Eterno Aprendiz” foi concebido em 2011 pelo TCE para proporcionar aos servidores pré-aposentados da administração pública estadual e municipal uma programação voltada aos aspectos emocional e social, englobando as abordagens cidadania, desenvolvimento e plano de futuro, visando uma boa perspectiva ao servidor para a nova fase da vida. Apoiado pelo AmazonPrev e ManausPrev, desde 2015 o PPA também conta com o apoio do governo federal.

Também em 2015, o PPA se firmou como política pública no âmbito da Prefeitura de Manaus e do Governo do Estado, a partir da assinatura de um termo de compromisso firmado em dezembro de 2014, e teve as atividades retransmitidas aos servidores dos outros 61 municípios do Estado em fase de pré-aposentadoria pelo Centro de Mídias da Secretaria de Estado da Educação, que gravou todas as ações.

 

Texto: Pedro Sousa l Foto: Markus Nagawo